Senhor das Armas (Da série filmes velhos que eu nunca vi e nunca deveria ter visto)

nicholas cage senhor guerra
Esse filme cairia bem em 1995. Há vinte anos, a gente ainda caia na arapuca da receitinha com roteiro salpicado de frases de efeito, protagonista figurão, violência, algum humor, tipo o primeiro “Missão Impossível”. Como vi essa bagaça em 2015, achei tudo muito tedioso e óbvio. Às vezes parece comercial de vodca sem vodca, com o Nicholas Cage caindo aos pedaços. Não, isso seria engraçado. Senhor das Armas é só patético mesmo.

  • O diretor foi roteirista de outros filmes meia-boca: S1m0ne, O Show de Truman Show e Gattaca
  • O filme foi lançado em 2005. Nicholas Cage ainda não era meme.
  • Siga o Resenha no Twitter: @resenhaem6

Weezer – Everything will be alright in the end (O Weezer voltou!)

weezer
Depois de chafurdar na péssima ideia de virar banda pop, abusando de tecladinhos de dance music, o Weezer lavou o rosto, fez a barba, penteou o cabelo e veio cheio de sinceridade pedir desculpas. Quem ouvir “Back to the Shack” vai dar esse perdão. Na letra e no som dessa faixa, o Weezer literalmente pede perdão pelos discos de merda que fez. No resto do álbum novo, segue-se a redenção (embora não haja nenhum grande destaque). De toda forma, estão perdoados!

  • Dá para dizer que é o primeiro disco do Weezer desde 2005
  • Na verdade, eles fizeram outros três. Um pior que o outro.
  •  Até no clipe eles apostaram na simplicidade. Veja e ouça Back to the Shack

Get on Up (A vida e as canalhices de James Brown em filme)

james brown filme download gratis
James Brown foi o maior filho da puta do mundo. Não só porque sua progenitora realmente se prostituiu como também pela sua sólida carreira de canalhices. Nessa cinebiografia, a história da construção da fase rica e bem-sucedida de Presidente do Funk é misturada sem qualquer linearidade às agruras das origens miseráveis. Só que não tem problema. Faminto e pobre ou rico e chapado, James Brown é o maior filho da puta do mundo. Sorte ele ser também um gênio.

  • O filme chama “Get on Up” por mostrar o camarada que grita “Get on Up” em Sex Machine
  •  Esse cara do “Get on Up” chama-se Bobby Byrd. Ele segura as pontas do Brown a vida toda.
  • O trailer está aqui: Get on Up

 

Picolé de Ovomaltine (Uma fria decepção)

ovo
Eu esperava por uma casquinha de chocolate ao melhor estilo picolé Brigadeiro da Kibon. Mas nada disso. O Ovomaltine no palito decepciona assim que você abre o pacotinho, que vem com aquela fitinha vermelha “abre-fácil”. A aparência do picolé é horrível. A consistência é a de um sorvete de flocos comum. Não dá pra sentir a “crocância” dos grãos. Enfim, não vale os 8,80 reais pagos por ele. Não compraria outro. É bem melhor ficar com o milk-shake do Bob’s ou com o Mc Flurry.

  • RESENHADO ESPECIALMENTE PELO GUSTAVO KAHIL
  • Gustavo também escreve sobre finanças e sobre a vida no blog “Analista de Bar”

 

Manny (Documentário sobre boxe, e sobre a vida por que não?)

manny movie pacquiao pacman
O doc sobre o boxeador filipino Manny “Pacman” Pacquiao tem alguns furos na narrativa e uma certa falta de coragem para expor os podres do cara (que podem ser percebidos em muitas entrelinhas). Tudo isso é encoberto, porém, pela fantástica trajetória e pelo carisma do cara. Logo de saída, quando Pacquiao relembra suas origens miseráveis e as lutas em ringues que pareciam rinhas, você já toma um nocaute técnico e se obriga a ver tudo até o final, torcendo pelo figura.

  • Quem é Pacquiao? É o primeiro campeão mundial em 8 categorias de peso diferentes.
  • Boxe é foda. MMA é moda.
  • O trailer está aqui: Manny

A Entrevista (Muita polêmica e blablablá para pouca ofensa)

the-interview-champagne
Se daqui umas décadas alguém falar que essa comédia gerou uma crise diplomática, vai ser difícil achar o motivo. As (boas) piadas são extremamente infantis e a desmoralização do ditador norte-coreano é caricatural, não ofensiva. Lembra do Saddam Hussein no Top Gang? É tipo isso. Não lembra? Bom, vai ser difícil explicar aqui que existiu uma época em que filmes eram só filmes (e não gatilhos para enxurradas de opiniões no ‘Feicy’.

  • James Franco surpreende como comediante. É o melhor do filme.
  • Outra coisa difícil de explicar no futuro será uma piada com Kate Perry.
  • O Resenha já foi tirado do ar também… mas foi por incompetência nossa mesmo.
  • Siga @Resenhaem6. O Grande Líder está mandando.